Clara luz da noite

Pensamento aos pedaços

A Folha Ilustrada traz em uma das manchetes o título: Curador do MoMA mostra Henri Cartier-Bresson inédito.

 

Cartier-Bresson
Considerado uma das figuras mais representativas da fotografia contemporânea, Henri Cartier-Bresson estaria completando cento e dois anos amanhã. Mas a reportagem trata do lançamento de um livro-catálogo com obras inéditas do artista, dizendo que “trazer à tona obras inéditas de artistas consagrados e já mortos é uma tentação e um grande perigo”. Fotos inéditas



Um dos pioneiros do fotojornalismo moderno, Cartier-Bresson atravessou o século 20 lançando seu olhar humanista sobre os eventos mais marcantes da história. Seu conceito de trabalho era o de transformar a realidade em arte. Ele costumava afirmar que um bom fotógrafo deve captar o "instante decisivo" - o momento exato de bater a foto, quando se alinham "cabeça, olho e coração".Mais sobre Cartier-Bresson


 
Editado agora no Brasil pela Cosac Naify, Henri Cartier-Bresson: o século moderno chega na sequência do sucesso da mostra "Henri Cartier-Bresson: Fotógrafo", realizada no ano passado, no Sesc Pinheiros, com público recorde de 160.560 pessoas. A exposição fez esgotar em pouco tempo os 3.000 volumes do livro homônimo lançado pela Cosac Naify em parceria com a Edições Sesc.


 
O próprio Cartier-Bresson (1908-2004) dizia que seu sucesso se deveu, em boa parte, à primeira exposição realizada por ele, em 1947, no MoMA, num tempo em que a fotografia estava longe de ser legitimada como arte pelas grandes instituições.


 
Além das fotos inéditas, o livro tem anotações que Cartier ocultava. “Expõe, também, a dicotomia entre o fulgurante artista de viés surrealista dos anos 1930 em oposição ao fotojornalista do pós-Guerra”.

“De todos os meios de expressão, a fotografia é o único que fixa para sempre o instante preciso e transitório. Nós, fotógrafos, lidamos com coisas que estão continuamente desaparecendo e, uma vez desaparecidas, não há mecanismo no mundo capaz de fazê-Ias voltar outra vez. Não podemos revelar ou copiar uma memória”.



Henri Cartier-Bresson





0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe seu comentário aqui.

Evite acidentes, faça tudo de propósito!

É ao mesmo tempo fascinante e amoral. Celebra a vida!


Essa que vos fala

Minha foto
Existe aqui uma mulher Uma bruxa, uma princesa Uma diva, que beleza! Escolha o que quiser Mas ande logo Vá depressa Nem se atreva A pensar muito O meu universo Ainda despreza Quem não sabe O que quer...

Atalho do Facebook

Sejam bem vindos!!!

"Já aviso, aqui a casa é ventilada, o coração é quente e as vontades têm a temperatura exata para os sonhos".
Vanessa Leonardi

Um lema

"Não me pergunte quem sou e não me peça para permanecer o mesmo".

Michel Foucault


Porque?

Pra pensar, pra desabafar, pra gritar pro mundo...
Pra compartilhar, pra chorar e pra rir de tudo!!!

tá procurando o quê?

"Apenas viver não é o suficiente, disse a borboleta, É preciso ter sol, liberdade e uma pequena flor!"

Total de visualizações de página

Postagens populares

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Follow by Email

Páginas

Labels