Clara luz da noite

Pensamento aos pedaços



Há músicas que nos arrepiam como se soprassem...






Comemorações do dia, começa  com o aniversário do escritor irlandês, Jonathan Swit, o pai das "As viagens de Gulliver" (1726), que nascia em 30 de Novembro de 1667 em Dublin.

"No homem, o desejo gera o amor. Na mulher, o amor gera o desejo." - Jonathan Swift




Não poderia deixar de lado uma homenagem ao escritor Samuel Langhorne Clemens, conhecido mais por Mark Twain, que nascia dia 30 de Novembro de 1835. 

"Recolha um cão de rua, dê-lhe de comer e ele não morderá: eis a diferença fundamental entre o cão e o Homem." - Mark Twain




O último e triste é de falecimento de Oscar Wilde que falecia em 30 de Novembro de 1900 aos 46 anos. 

Foi considerado um dos dramaturgos mais popular em Londres.

"Não quero ir para o céu: nenhum dos meus amigos está lá."

"Dinheiro não traz felicidade, mas dá uma sensação tão parecida que é necessário um especialista para ver a diferença"

"A insatisfação é o primeiro passo para o progresso de um homem e uma nação"





E não importa o quão pesado sejam os dias e as horas que passam,
a gente só precisa, mesmo, é de um pouco de leveza na alma
- e todas essas coisas que transbordam no coração.
A gente não precisar estar vazio pra estar leve.
Monalisa Macêdo




Ótima semana!!!

Namastê!!!


Na feira do Embú das Artes, em São Paulo,
na época em que fazia mestrado na USP

A Assembleia Geral da ONU instituiu o dia 25 de novembro como o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher e convidou governos, organizações internacionais e não-governamentais a organizar neste dia atividades de sensibilização da opinião pública com relação ao problema da violência contra a mulher (resolução 54/134, de 17 de dezembro de 1999).
A violência sexual e por motivos de gênero constitui uma violação dos direitos humanos e mulheres e meninas são suas principais vítimas. Este tipo de violência de gênero inclui violência sexual, exploração e abuso, além de atos agressivos que geram, ou podem gerar, danos físicos e psicológicos.
Ações rolam por aí e ajudam quem quer denunciar, ajudar quem precisa ou até mesmo se ajudar. Aqui podemos ver 16 maneiras de dizer NÃO a violência contra a mulher.

A revista TPM traz uma reportagem que fala por onde começa a violência numa relação. 


“A violência pode ser silenciosa.                  “Ele me ignorava e fazia questão 
O cara tratar você como uma burra            de falar de outras mulheres ao meu 
 já é uma forma de violência”.                     redor, de como eram lindas”.

Em outra edição a TPM fala sobre Maria da Penha Maia Fernandes, que sobreviveu a duas tentativas de assassinato pelo marido e batizou a lei que protege a mulher vítima de violência doméstica.

Não se cale nessa situação!!! Faça valer os seus direitos. Mulher não é o sexo frágil, apenas luta com outras armas. Não caia na conversa de quem não te respeita ou te acredita. Lembre-se sempre: Não precisamos disso!!!

Foi por acaso que vi o vídeo da bailarina Diana Vishneva parte III, gostei tanto que fui procurar as primeiras partes e fiquei impressionada, admirada, encantada... isso é lindo demais. Ela brinca com luzes e movimentos e dá a impressão de ser outra coisa e não seu corpo. Incrível!!! Pra inspirar no fds! ;)




Diana Vishneva: Beauty in motion - F.L.O.W - parte II


Diana Vishneva: Beauty in motion - F.L.O.W - parte III

Passei o dia querendo fugir... filosofando motivos, razões, querendo me "perder, pra me encontrar", questionando e pirando...

e nada como ter um amigo para ter uma brilhante ideia:  porque não fugir 20 minutos de distância de casa? 

Maravilha!!!




...




Com seu jeito excêntrico, suas esquisitices e genialidade, alguns odeiam, outros adoram. Eu sou suspeita pra falar. Adoro!!! Seu psicodelismo, seus sussurros e gemidos, suas misturas virou marca de seu experimentalismo e audácia nos ritmos e músicas que faz!!!


                                                           ♫ ♪ Björk - Big Time sensuality

                     

           

domingo...


"I'm only happy when it rains
I'm only happy when it's complicated...




"Pessoas que fazem loucuras não são necessariamente loucas" - Elliot Aronson




Para quem pensa em arrasar no encontro com um bofe escândalo direto do trabalho ou que já está na vibração do Happy Hour da sexta, Jemma Kidd, maquiadora de modelos tem algumas dicas preciosas para o pouco tempo de preparação. Vamos às dicas?

O melhor conselho de Jemma é se certificar de que o resultado tenha a sua personalidade, mas que ele demonstre o seu “eu” mais lindo, claro. Você pode se munir de alguns reparos rápidos, como por exemplo:

. Dê atenção à pele. Por mais que o tempo esteja apertado, se a pele estiver áspera ou ressacada, vai estragar tudo. Portanto lave o rosto para conquistar um efeito fresco na pele. Em seguida hidrate e aplique a base. Como o tempo é curto, o corretivo é a solução rápida para acabar com as imperfeições.

. Aplique iluminador nas maças do rosto, ossinho da sobrancelha e na ponta do nariz – isso vai causar aquela impressão “iluminada por dentro”. Pra combinar com o seu brilho radiante, adicione um blush em forma de creme, pra ser mais rápida e eficiente.

. Agora é a vez de escolher o foco: olhos ou boca? Essa escolha precisa ser feita pra não intimidar seu possível futuro namorado ou seus amigos. Se a opção foram os olhos, mantenha os lábios neutros e aplique uma leve camada de gloss na cor nude. Use uma sombra matte na cor creme sobre a pálpebra móvel, e aplique uma sombra escura no côncavo. Esfume essa sombra com a ajuda de um pincel, e faça o mesmo só que mais grosso na linha dos cílios superiores.  Não esqueça de esfumar bastante, a fim de unir todas as linhas da sombra escura. Finalize com generosas camadas de máscara preta.

. Se a opção escolhida foi a boca, mantenha os olhos neutros, apenas corretivo e sombra bem clarinha, a máscara é mais suave. Hidrate os lábios e aplique o batom na cor escolhida com os dedos, dando batidinhas para certificar que o produto fixe na boca. Aplique um pouquinho de iluminador naquele buraquinho logo acima do centro dos lábios – esse truque valoriza muito o bocão!

. Evite maquiagem muito colorida, lembre-se que não é para rebuscar, o intuito dessa make é dar um ar saudável, arrumada e elegante para você curtir os amigos no barzinho, você não está indo a uma balada!


Ontem estava jantando, sentada na praça de alimentação de um shopping e me peguei observando um casal de idosos que estava por lá. A atenção me foi tomada pela forma com que se tratavam, a delicadeza e afeto que demonstravam um ao outro, mas logo foi substituída  pela longa e espessa cabeleira da mulher. Um cabelo longo, estilo pin-ups, só que ao invés de pretos como piche, eram cinzas platinados. Admirei a cena e a coragem. Coragem porque cabelos grisalhos sempre foram sinônimo de elegância masculina, jamais permitido para mulheres e hoje em dia bem mais aceito, porque também pode ser sinônimo de elegância. Claro que requer tantos cuidados como cabelos tratados quimicamente.
Assunto que me assombra há algum tempo, ando tingindo meus cabelos, pois fios indesejáveis nascem num lugar específico bem à mostra e me incomodam... quem sabe um dia eu aprenda a conviver com eles naturais, mas só daqui a uns 30 anos!!!




A musa de cabelos brancos

Minha primeira impressão foi que ela se parecia com Christine Lagarde, a francesa que dirige o Fundo Monetário Internacional. Mas enquanto a economista famosa do Fundo é alta e magra, a mulher à minha frente, na sala de espera do ortopedista, era bem brasileira – pernas grossas, quadris largos – exceto pelos cabelos brancos, na altura do pescoço. Todo mundo sabe que não há brasileiras de cabelos brancos. Não antes dos 70 anos, quando a idade se torna indisfarçável. Mas esta mulher parecia ter menos de 50, era atraente e se movia como alguém muito segura de si. Puxei conversa e falei dos cabelos brancos. Ela riu, vaidosa, e contou que era uma novidade. Disse que as amigas criticaram, algumas pessoas estranhavam, mas ela estava feliz – ela, o marido e os quatro filhos.
Essa história parece de alguma forma tocante? A mim parece. Desde que eu tenho 20 anos, as mulheres à minha volta nadam num mar de tintura. Quando uma delas se rebela e reinventa a própria beleza, na contramão da Wellaton, eu aplaudo. Como jornalista, viajando, me acostumei a ver na Europa mulheres bonitas de cabelos brancos. Bem vestidas, bem tratadas, parecendo muito bem amadas, e de cabelos brancos. Aqui, não. De jeito algum. Como fio branco é anti-higiênico, para esconder meia dúzia deles as mulheres começam a pintar a cabeça inteira desde os 30 anos, senão aos 20 e poucos. Assim se vão, muito antes da hora, o brilho, a textura e a cor natural inimitável dos cabelos. Para quê?
Outro dia fiz esta pergunta a uma jovem amiga que anunciou que iria virar ruiva. Ela é castanha, dona de um cabelo muito bonito. Por que a tinta? “Chega uma hora que a mulher sente uma vontade incontrolável de mudar, de se ver diferente”, ela explicou. “Daí corta ou pinta os cabelos.” Sendo homem, essas explicações me parecem emocionalmente incompreensíveis. Não há em mim o desejo irrefreável de mudar de aparência. E se ele, por acaso, aparecesse, eu rasparia a barba ou faria um corte de cabelo (moderado) no salão da esquina. A vida psíquica e social dos homens parece mais simples.
Mas eu não acho que a questão se resuma a uma diferença de gênero: em Vênus se pinta o cabelo, em Marte (quase) não. Há também uma questão temporal, que diz respeito à auto-imagem e à idade das pessoas envolvidas.
Às vezes eu gostaria de pode explicar para as garotas que “precisam mudar” algumas coisas que a gente só aprende com o tempo. Uma delas, absolutamente visceral, é que a aparência da juventude é uma dádiva insubstituível. As pessoas jovens e saudáveis são bonitas e raramente se dão conta disso. Elas vivem preocupadas com este ou aquele aspecto de si mesmas – o nariz, o cabelo, a cor, o peso -, mas quem olha de fora nem percebe os tais “defeitos”. A beleza delas é como um outdoor de 50 metros plantado no meio do deserto. Chama atenção, atrai os olhos, causa admiração. É uma pena que os jovens preocupados em sofrer (ou em mudar sua aparência) nem notem isso.
Naquele viral famoso, o Protetor Solar, os autores dizem assim: daqui a 20 anos você vai olhar uma foto e perceber como foi bonita, mas então será tarde. Eu digo: por que esperar tanto tempo? Perceba agora, sofra menos e desfrute mais.
saiba mais
Qual a relação disso tudo com os cabelos brancos da minha companheira de consultório? É íntima, por duas razões.
A primeira é que as mulheres que começam a pintar o cabelo desde cedo perdem um pedaço da sua própria existência. A beleza do cabelo jovem que começa a mudar de cor (aos 20, aos 30 ou aos 40 anos), é substituída, subitamente, pelo artifício da tinta, com resultados nem sempre felizes. Na pressa de esconder a mudança, as mulheres a escancaram – e perdem as gradações sutis do tempo, que, nos homens, por mera convenção, são consideradas atraentes. Neste momento, eu mesmo estou vendo o meu cabelo ficar acinzentado e acho bonito, provavelmente porque as pessoas ao meu redor dizem que é bonito. Talvez seja hora das mulheres ouvirem o mesmo.
A outra razão é menos sutil.
Ao ver os cabelos brancos da mulher do consultório, eu fui tomado instantaneamente pela beleza daquilo. O rosto maduro, queimado de sol, ficava mais bonito na moldura dos cabelos brancos. O contraste entre os olhos grandes, o corpo vigoroso e os cabelos cor de prata era sensacional. Ela ficava mais bonita daquele jeito, tenho certeza, do que estaria “loira” ou “morena”. Da mesma forma como o George Clooney ou José Maier parecem mais bonitos nas fotos de hoje, grisalhos, do que pareciam antes.
O tempo frequentemente faz bem aos homens e às mulheres. Arredonda as formas, suaviza os ângulos, altera as cores como a luz intensa do meio dia vai dando lugar aos tons da tarde. Uma das tarefas da gente deveria ser descobrir essa luz e a suas novas possibilidades à medida que a vida avança. É lindo ter 20 anos, mas não dura. Não adianta perseguir aquela beleza pelo resto da vida. A musa de cabelos brancos do consultório percebeu isso. E parece feliz. Ela, o marido e os quatro filhos.

(texto de Ivan Martins que escreve às quartas-feiras na Revista Época)



Mais um dia de muitas lembranças...
Chego a quase odiar quando acontece. Não lido bem com coisas perdidas. Coisas-objeto, coisas-pessoas ou coisas-sentimentos...
O dia fica triste. E foi triste e doente!!!
E o que me trouxe isso hoje não foi a música (que adoro!), mas me lembrei dela, porque ela sempre me lembra e para sempre lembrará.

Providencial ser no dia dos mortos???


                                   ♫  Milton Nascimento & Lô Borges - O Trem Azul





É comum dizerem que gatos não gostam da gente, mas sim da casa. Que não interagem com seus humanos. Que não demonstram amor. Quem diz isso com certeza nunca teve um gato, e muitas pessoas continuam cometendo o erro de achar que gatos são cachorros pequenos e bigodudos, e esperam que ajam como tal. O que acontece é que, ao contrário dos cachorros, sempre esfuziantes ao demonstrar seu carinho (rabos abanando, pulos, latidos, até xixi!), os gatos são muito mais discretos nas suas demonstrações, e cabe a nós aprender a percebê-las. Abaixo colocamos algumas das maneiras como os gatos demonstram carinho por nós, meros humanos.
Felinos normalmente usam técnicas muito sutis para demonstrar afeição; estes sinais podem passar despercebidos por um tutor inexperiente. Aqui estão os sinais mais comuns:

PISCAR: Normalmente os gatos encaram estranhos e adversários em potencial (sejam felinos, humanos, ou outro ‘inimigo’ qualquer) com um olhar fixo, sem piscar. No mundo dos gatos, o maior gesto de confiança e aceitação é um deles piscar seus olhos na companhia de outro. Um felino que recebe seu dono com piscadas longas e despreocupadas ou olhos languidamente semi-cerrados está demonstrando uma profunda confiança. É como se o gato estivesse mandando um beijo pra você :)
No mundo selvagem, o milésimo de segundo que dura uma piscada o deixa vulnerável a um ataque de surpresa.

CUIDADOS: O fato de seu gato permitir que você o arrume e escove demonstra um alto nível de confiança e aceitação. Gatos não domesticados lambem um ao outro como um gesto para aliviar o stress e construir relacionamentos. Algumas vezes um gato particularmente demonstrativo pode lamber seu humano.

ESFREGAR A CABEÇA e/ou DAR CABEÇADINHAS: O rostinho dos gatos contém glândulas que liberam um odor usado para marcar território. Quando um gato esfrega o rosto determinadamente no seu humano, está demonstrando afeição e também “marcando” aquela pessoa como sua propriedade exclusiva.

AMASSAR PÃOZINHO: Pressionar ritmicamente as patas da frente no seu humano, em uma almofada ou qualquer outra superfície macia recria o “passo do leite” que os gatinhos usam quando estão mamando, para estimular o fluxo de leite na mamãe gato. Isso os remete para um momento de completa segurança e tranquilidade, e amassar pãozinho no seu humano é como dizer: você é minha mãezinha (ou paizinho!), com você estou seguro e sou amado.
Alguns gatos entram em tal transe felino quando amassam pãozinho que chegam a babar! Com certeza estão de volta à infância, mamando em suas mães.

MOSTRAR O “BALIGO”: De vez em quando um felino pode virar e mostrar seu ‘baligo’ a você. Expor a barriga dessa maneira é o mais profundo gesto de confiança que um felino pode oferecer. Lembre-se, no entanto, que isso não significa necessariamente um convite para fazer carinho nela. Na verdade, o carinho pode fazer com que o gato rapidamente se coloque em modo defensivo.
Isso acontece porque a barriga é um dos pontos mais vulneráveis do gato em uma briga, e o seu instinto grita para que ele a proteja, apesar de gostar de receber carinhos nela. É por isso que às vezes ele aceita o carinho por um tempo e de repente começa a dar chutinhos e morder, querendo sair dessa posição tão vulnerável – é o instinto falando mais alto. Respeite, e poupe-se de levar alguns arranhões.

RONRONARPra quem ama os felinos, não existe som mais relaxante e reconfortante do que o ronronar de um gatinho. Mas por incrível que pareça, muitas pessoas (muitas mesmo!) não sabem o que isso significa! Acham que o gato tem asma, ou alguma outra doença respiratória. Crendices antigas diziam até que o gato passava asma para as crianças!
Gatos ronronam quando estão felizes e relaxados, mas existem relatos de gatos ronronando ao sentir dor extrema, ou quando estão morrendo. Cientistas até hoje brigam para explicar o mecanismo exato do ronrom, e alguns acreditam que a sua frequência funciona como um mantra, que acalma o gato – e nós também.
Como já dizia Arthur da Távola, “O gato é um italiano educado na Inglaterra. Sente como um italiano, mas se comporta como um lorde inglês.
E o seu gato, como demonstra carinho por você?

 Texto na íntegra de Resgatinhos.


Amanhã é feriado, mais um dia de descanso (que será realmente de descanso), vai acontecer o que espero há dias.... 


                                                                  .... sarar da gripe feroz que me atacou!



Todo 1º dia de cada mês, os gregos desejam “Kalo Mina” uns aos outros, que 

significa “tenha um bom mês”, como parte da Filoxenia, filosofia grega de 

hospitalidade e amor com as pessoas.




"Apenas desejo a tranqüilidade e o descanso, que são os bens que os mais poderosos reis da terra não podem conceder a quem os não pode tomar pelas suas próprias mãos." 
(Descartes)

Evite acidentes, faça tudo de propósito!

É ao mesmo tempo fascinante e amoral. Celebra a vida!


Essa que vos fala

Minha foto
Existe aqui uma mulher Uma bruxa, uma princesa Uma diva, que beleza! Escolha o que quiser Mas ande logo Vá depressa Nem se atreva A pensar muito O meu universo Ainda despreza Quem não sabe O que quer...

Atalho do Facebook

Sejam bem vindos!!!

"Já aviso, aqui a casa é ventilada, o coração é quente e as vontades têm a temperatura exata para os sonhos".
Vanessa Leonardi

Um lema

"Não me pergunte quem sou e não me peça para permanecer o mesmo".

Michel Foucault


Porque?

Pra pensar, pra desabafar, pra gritar pro mundo...
Pra compartilhar, pra chorar e pra rir de tudo!!!

tá procurando o quê?

"Apenas viver não é o suficiente, disse a borboleta, É preciso ter sol, liberdade e uma pequena flor!"

Total de visualizações de página

Postagens populares

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Follow by Email

Páginas

Labels