Clara luz da noite

Pensamento aos pedaços

‘Não se nasce mulher, torna-se mulher’.
Simone de Beauvoir (Simone Lucie-Ernestine-Marie Bertrand de Beauvoir)
(Paris, 9 de janeiro de 1908 — Paris, 14 de abril de 1986)


Ícone feminista, escritora e filósofa completaria 106 anos hoje.
Você pode vê-la homenageada no Doodle do Google hoje.

As suas obras oferecem uma visão sumamente reveladora de sua vida e de seu tempo. Escritora, filósofa existencialista e feminista francesa Simone Beauvoir produziu um rico conjunto de escritos, incluindo obras sobre ética, feminismo, ficção, autobiografia e política. Sua obra filosófica mais famosa e influente, ‘O Segundo Sexo’ de 1949, anunciava uma revolução feminista e permanece até hoje como texto central na investigação da opressão e libertação das mulheres. Cada uma de suas obras nos oferece uma perspectiva sobre a vida de um dos filósofos mais poderosas do século 20, uma das intelectuais femininas mais influentes sobre a história do pensamento ocidental. É dela uma das principais frases do movimento feminista: ‘Não se nasce mulher, torna-se mulher’.
Durante a maior parte de sua vida, Beauvoir estava preocupada com a responsabilidade ética que o indivíduo tem de si mesmo, com os outros indivíduos e com grupos oprimidos. No entanto, a maioria dos filósofos concorda que a maior contribuição de Beauvoir à filosofia é ‘O Segundo Sexo’ de 1949. E era tão controverso que o Vaticano colocou-o, juntamente com o seu romance, ‘Os Mandarins’, no índice de livros proibidos, mas permanece até hoje como um dos textos fundamentais da filosofia, do feminismo e dos estudos das mulheres. Em suas autobiografias e romances, Beauvoir incorpora temas existenciais, problemas e questões em sua tentativa de descrever a situação humana em tempos de turbulência pessoal, agitação política e social.
Simone de Beauvoir foi casada com o também filósofo Jean-Paul Sartre. Um dos casais mais célebres da história, Simone e Sartre viveram um relacionamento pouco convencional que durou 50 anos. Eles desafiaram a moral do seu tempo, vivendo muitos amores, assumindo compromissos públicos na contramão da mentalidade dominante em sua época. Foram reverenciados, mas também criticados e odiados. A notável cumplicidade do casal permitia que dividissem não somente interesses e preocupações, mas também amantes. E essa liberdade era exercida mediante um pacto incomum: eles contavam tudo um para o outro. Bonita, ícone do feminismo, Beauvoir era igualmente uma sedutora e teve muitos amantes homens, mas também se envolveu com mulheres, fato que ela sempre negou e que só se tornou público após a sua morte, com a divulgação de suas cartas.
‘Une Femme Actualle’ (Uma Mulher Atual) é um documentário de 2007 dirigido por Dominique Gros.
‘Les Amants du Flore’ (Os amantes do Café Flore) de 2006 e dirigido por Ilan Duran-Cohen é baseado na história real de Simone de Beauvoir. Mostra sua vida sentimental e sexual, cheia de encontros, principalmente do café Flore, e desencontros, com direito à paixões paralelas.



Livros de Simone
A convidada (1943) 
Pyrrhus e Cinéas (1944)
O sangue dos outros (1945)
As Bocas Inúteis (1945)
Todos os homens são mortais (1946)
Por uma Moral da Ambigüidade (1947)
A América dia a dia (1948)
O segundo sexo (1949)
Os mandarins (1954)
Privilèges (1955)
A Longa Marcha (1957)
Memórias de uma moça bem-comportada (1958)
Na Força da Idade (1960)
A força das coisas (1963)
Uma Morte Muito Suave (1964)
As Belas Imagens (1966)
A Mulher Desiludida (1967)
A velhice (1970)
Tudo dito e feito (1972)
Quando o Espiritual Domina (1979)
A cerimônia do adeus (1981)




0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe seu comentário aqui.

Evite acidentes, faça tudo de propósito!

É ao mesmo tempo fascinante e amoral. Celebra a vida!


Essa que vos fala

Minha foto
Existe aqui uma mulher Uma bruxa, uma princesa Uma diva, que beleza! Escolha o que quiser Mas ande logo Vá depressa Nem se atreva A pensar muito O meu universo Ainda despreza Quem não sabe O que quer...

Atalho do Facebook

Sejam bem vindos!!!

"Já aviso, aqui a casa é ventilada, o coração é quente e as vontades têm a temperatura exata para os sonhos".
Vanessa Leonardi

Um lema

"Não me pergunte quem sou e não me peça para permanecer o mesmo".

Michel Foucault


Porque?

Pra pensar, pra desabafar, pra gritar pro mundo...
Pra compartilhar, pra chorar e pra rir de tudo!!!

tá procurando o quê?

"Apenas viver não é o suficiente, disse a borboleta, É preciso ter sol, liberdade e uma pequena flor!"

Total de visualizações de página

Postagens populares

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Follow by Email

Páginas

Labels