Clara luz da noite

Pensamento aos pedaços

Vogue 120 - Roney Mara e Ricardo Tsci


Ontem falei sobre isso... e parecia tão etéreo, tão longínquo.... e doeu.
Doeu a lembrança, o sentimento, a saudade do que senti, foi a tristeza do amor em vão, tão ludibriado e sem medida e nada inconspícuo, de deixar perceber, de respirar esse ar 24 horas por dia, todos os dias. Tentava me ensinar a meditar, falava coisas diferentes, tínhamos mútua liberdade, mas parece que não era bem verdade. A primeira grande decepção. E doeu muito constatar tudo isso. Um desperdício de vida, a saudade de ser quem eu era, de me acreditar novamente e principalmente o de ser eu novamente, uma herança sórdida. Para isso preciso dizer adeus, definitivamente.


0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe seu comentário aqui.

Evite acidentes, faça tudo de propósito!

É ao mesmo tempo fascinante e amoral. Celebra a vida!


Essa que vos fala

Minha foto
Existe aqui uma mulher Uma bruxa, uma princesa Uma diva, que beleza! Escolha o que quiser Mas ande logo Vá depressa Nem se atreva A pensar muito O meu universo Ainda despreza Quem não sabe O que quer...

Atalho do Facebook

Sejam bem vindos!!!

"Já aviso, aqui a casa é ventilada, o coração é quente e as vontades têm a temperatura exata para os sonhos".
Vanessa Leonardi

Um lema

"Não me pergunte quem sou e não me peça para permanecer o mesmo".

Michel Foucault


Porque?

Pra pensar, pra desabafar, pra gritar pro mundo...
Pra compartilhar, pra chorar e pra rir de tudo!!!

tá procurando o quê?

"Apenas viver não é o suficiente, disse a borboleta, É preciso ter sol, liberdade e uma pequena flor!"

Total de visualizações de página

Postagens populares

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Follow by Email

Páginas

Labels